Além das Fronteiras do Paraguai

Oh ! Onde os Obreiros a trabalhar ??

O Paraguai é um país na America do sul, que faz fronteira com Bolívia, Argentina e Brasil, possui uma extensão de 406 752 Km² e assim é um pouco maior que o estado Brasileiro do Mato Grosso do Sul.

Existem aproximadamente 7 milhões de pessoas no Paraguai, para se ter uma ideia é maior que a população da cidade do Rio de Janeiro, e dessas somente 430 mil pessoas (6,2%) se declaram Cristãs protestantes, incluindo variadas igrejas e denominações, ou seja, se considerarmos que todas essas igrejas pregam a Cristo de fato e considerando também que todos os que se declararam sejam crentes de fato, para onde irão as 93,8% restantes? Se todos os crentes no Paraguai o forem de fato para onde caminharão mais de 6 milhões de pessoas?

Alem deste dado acerca do numero pequeno de evangélicos, devemos considerar o Paraguai pela sua dimensão. Não é um país enorme, ou continental, como o Brasil e sua mediana população se centraliza nos centros urbanos, favorecendo a propagação do evangelismo dinâmico que atinge o máximo de pessoas. Podendo facilmente transformar a historia de um país que poderia ser comparado em dimensão e população de um estado brasileiro.

O Paraguai precisa do evangelho, precisa saber que há um Senhor que se importa com sua dor. Os paraguaios que estão como um todo marcados com a derrota da guerra e acostumados com a plastificação da sociedade em que você é o que você tem, aonde um celular é barato e comida é cara, precisam conhecer o Senhor que os ama não pelo que eles tem ou podem comprar, mas pela misericórdia, pela graça.

Em um país aonde no ar paira um espírito mercadológico, de compras e vendas, aonde o estrangeiro só vai para pechinchar, aonde a felicidade parece ser medida pela cotação do dólar, este país precisa ouvir do amor que rompe barreiras da língua, da cultura. Mas como ouvirão se não há quem pregue? Se os trabalhadores são tão poucos e a seara é tão grande?

Porque falar do Paraguai? Porque este tem um irmão gigante ao lado aonde há alimento, não da comida que perece mais de um alimento diferente, porque o Paraguai necessita mais do que migalhas do seu irmão, onde há ainda mais de 6 milhões de pessoas que não sabem discernir da mão direita da esquerda. Onde o seu irmão grande parece só se importar com o dinheiro e com o produto dessa grande negociata.

É hora da igreja que se chama pelo nome do Senhor da seara acordar e voltar os olhos ao lado, onde às carências não param de aparecer é necessário zerar esses duros números e fazer silenciar o seu clamor por pão e paz, repartamos assim o pão que nos foi dado, lembremos-nos do pão celestial que quanto mais repartimos mais todos nós temos.

É hora da Igreja Congregacional acordar, pois NÃO há um missionário, uma igreja congregacional naquele país.. Quem Irá?

O projeto zero adotou o Paraguai  e clamamos que o Senhor da seara envie trabalhadores.. Quem será o primeiro? Junte-se a nós por uma Igreja Bíblica, relevante no Paraguai.

 Por: Sem.  Luiz Felipe Duarte